Em poucas semanas, Philippe Chiu se juntará a nós de Paris, França, para discutir seu papel na EdTech como Diretor de Aprendizagem Digital da IONIS e Diretor Administrativo da IONISx. Continue lendo enquanto Philippe responde a algumas perguntas para dar uma prévia do que você verá no Conferência aberta edX.

Onde sua organização está localizada?

IONISx está sediada em Paris, França. Mais precisamente, a sede está localizada no bairro histórico e badalado de Le Marais.

Como trabalhar com o Open edX se relaciona com a missão da sua organização?

IONISx é a plataforma de entrega de cursos do IONIS Education Group, líder francês de 30 anos no ensino superior privado. IONISx é um componente chave dentro da estratégia de aprendizagem digital do nosso grupo. Usamos o Open edX para cada tipo de curso ministrado, sejam eles MOOCs, SPOCs ou mesmo alguns cursos particulares apenas para nossas escolas.

Como você ficou sabendo da iniciativa Open edX?

Através da implementação de Stanford logo após o lançamento do Open edX em junho de 2013.

Há quanto tempo você trabalha com a plataforma Open edX?

Comecei a instalá-lo e usá-lo em nossos laboratórios em junho de 2013. Francamente, como alguns adotantes iniciais devem se lembrar, foi uma grande conquista tê-lo instalado e funcionando naquela época. :-) Graças à comunidade e especialmente à equipe edX devops, finalmente lançamos a primeira versão da plataforma em setembro de 2013. Desde então, usamos o Open edX, otimizando e adaptando-o para atender às nossas necessidades.

Qual tem sido seu foco em seu trabalho com o Open edX?

Há uma citação do filósofo francês Auguste Comte: “Savoir pour prévoir, afin de pouvoir”. Literalmente significa “Conhecimento traz visão e visão, habilidade” ou, traduzido de maneira digital, “Dados trazem insights e insights, ações”. Eu me concentro em todos os tipos de análise, incluindo coleta, processamento, extensão e geração de relatórios.

O que você vai discutir na Open edX Con?

Vou compartilhar a melhor forma de usar o Open edX com o software externo de análise de dados Splunk. Discutirei conceitos, arquitetura e casos de uso para trazer insights para operações, marketing e instrutores em um único sistema.

Quais são alguns outros projetos em que você trabalhou com o Open edX ou no setor de EdTech?

No estágio inicial do IONISx (3º trimestre de 2013), explorei o Open edX do ponto de vista técnico para ter uma melhor compreensão de como as coisas eram executadas e feitas dentro dele. Então, depois que nossas equipes de tecnologia começaram a se formar, passei para a parte analítica do design instrucional e execução dos cursos.

Quais outros tópicos você está interessado em ouvir ou conversar com seus colegas desenvolvedores do Open edX?

Tudo sobre o uso inovador do Open edX, especialmente em termos de pedagogia. Estou me referindo a mecanismos como salas de aula invertidas, ensino individualizado por meio de aprendizado de máquina (ou então), ou todos os tipos de gamificação real.

O que te inspirou e o que te mantém inspirado para trabalhar no espaço EdTech?

Há uma oportunidade extraordinária para revolucionar a maneira como as pessoas aprendem e se comportam em relação ao conhecimento e às habilidades. A educação é uma maneira eficaz de ajudar as pessoas a evoluir em suas vidas e carreiras, o que é muito necessário em nossa sociedade em rápida mudança.

Siga Philippe Chiu no Twitter: @pchiu33.

 409 visualizações totais